O francês Benoit Coulanges (Dorval AM) e a italiana Eleonora Farina foram os mais velozes nos treinos cronometrados do Campeonato da Europa de Downhill (DHI), hoje realizados na Pampilhosa da Serra. Gonçalo Bandeira (Miranda Factory Team), júnior de primeiro ano, foi o melhor português, no quinto lugar da geral de elite.

A descida vespertina colocou frente a frente o pelotão masculino e o melhor de todos foi o vice-campeão europeu de 2018, Benoit Coulanges, que completou a pista com pouco mais de quilómetros em 3’16’’056. No segundo lugar colocou-se o compatriota e companheiro de equipa Baptiste Pierron, a escassos 290 milésimos de segundo. O austríaco Andreas Kolb fechou o pódio, a 1,403 segundos do primeiro.

Gonçalo Bandeira assumiu o estatuto de melhor português, conseguindo o quinto lugar na geral absoluta, a 2,141 segundos de Benoit Coulanges. Gonçalo Bandeira é ainda júnior de primeiro ano, estando a competir em elite, em virtude de a UCI não permitir, em 2019, a atribuição do título europeu em juniores.

O corredor português tem, contudo, noção das prioridades. “Não esperava fazer um tempo tão bom, mas esta pista acaba por surpreender. O mais importante do meu desempenho é ser o melhor júnior. Amanhã darei o máximo para conseguir esse resultado na final”, frisou Gonçalo Bandeira.

A sessão cronometrada de elite feminina mostrou que a eslovena Monika Hrastnik terá de aplicar-se a fundo, na final, se quiser manter o estatuto de campeã da Europa. Na descida de sábado impôs-se a italiana Eleonora Farina, com 3’36’’359. Seguiram-se a compatriota Veronika Widmann (Insync Racing), a 7,332 segundos, e a suíça Camille Balanche, a 7,560. Monika Hrastnik foi quinta classificada, a 10,092 segundos. A melhor portuguesa foi Margarida Bandeira (Montanha Clube/Louzanpark), 14.ª classificada, a 27,461 segundos.

Os portugueses estiveram em bom plano nas categorias de veteranos, conseguindo os melhores registos de sábado em master 30, através de Daniel Pombo (Ciclo Madeira Clube Desportivo), master 35, por Luís Ribeiro (UD Lorvanense), e master 50, com João Estêvão (Wildpack Algarve Racing). Os italianos Michele Berera (Team Ilbiciaio Bmt Madbros) e Oscar Colombo (Scoutbike) impuseram-se em master 40 e 45, respetivamente. O master 55 Bruno Rizzo (Dorval AM), o master 60 Rui Portela e o master 65 Rui d’Almeida foram os únicos em pista naquelas categorias etárias.

As descidas deste sábado permitiram tomar o pulso ao estado de forma dos concorrentes, mas serão as finais, no domingo, a decidir os títulos europeus de 2019. De manhã correm os masters. Primeiro as femininas, a partir das 9h15, e, às 9h45, os masculinos. As finais de elite estão agendadas para as 14h00, femininas, e para as 14h45, masculinos.

Portugal tem a garantia de quatro medalhas. O master 65 Rui d’Almeida, o master 60 Rui Portela e a master 30 Fátima Vida são os únicos inscritos nas respetivas categorias. Ana Martins é uma das três participantes em masters 35 femininas.

Log in with your credentials

Forgot your details?